terça-feira, 30 de março de 2010


Medo do desconhecido

Vou colocar uma frase para se refletir ao longo do texo

“Só temos medo do que não conhecemos”

A um tempo atrás fui ao dentista para saber como andava o meu tratamento ortodôntico, então minha dentista me disse que para finalizar o tratamento teria que fazer uma pequena cirurgia par extração do siso, na hora não fiquei nervosa até achei normal pois conhecia varias pessoas que disseram ter feito essa cirurgia, então minha dentista me indicou que fizesse com um bom cirurgião pois existia o risco de ocorrer “parestesia” e ela começou a explicar o que seria isso.

Parestesia é a sensação de dormência na parte inferior da face que pode ocorrer se na hora da extração do dente se afetar o nervo, e essa sensação pode ser a longo prazo ou a curto prazo.

Na hora eu gelei, fiquei morrendo de medo que isso ocorresse comigo, perder a sensibilidade, não sentir caricia no rosto e como seria conviver com isso. Fui atrás de varias fontes especialistas e consegui um pouco de informação e queria compartilhar com vocês sobre o terrível dente do siso e a parestesia:

O siso é conhecido como dente do juízo, pois surge numa idade em que se supõe que a pessoa tenha um mínimo de juízo, lá para os 16 anos. Raros são os que não precisam tirar; e quem não os tirar deve ficar em constante vigilância no que esse dente meliante pode aprontar. O pior é que quanto mais o tempo passa, mas difícil será de arrancá-lo. Por isso, é aconselhável extraí-lo o quanto antes, enquanto ele não está tão atrelado ao osso, razão pela qual é um dente tão difícil de ser extraído.

O grande vilão do dente siso não é a sua extração, mas a ignorância em torno dele.

Um detalhe importantíssimo e crucial é saber exatamente se algum nervo está no caminho do dente, pois eles podem ser atingidos, o que pode causar certos transtornos pós-operatórios.

DICAS PARA A CIRURGIA

Antes da cirurgia

Tire todas as suas duvidas, pergunte tudo o que for necessário, não tenha vergonha pois é sua boca e a duvida ou a falta de informação pode te deixar mais nervoso.

Procure ter tudo antecipadamente em suas mãos, inclusive o antiinflamatório que vai tomar. Comprar antiinflamatório depois de uma cirurgia de siso é frustrante. Você não poderá falar e terá que fingir que é mudo, anotando tudo num papel. Nada tão constrangedor.

Procure marcar a cirurgia para uma data onde você possa permanecer em repouso pois um pós operatório tranqüilo vai lhe trazer melhor recuperação.

Na Hora da Cirurgia

Nosso medo diminui na medida em que nossa ignorância diminui, pois saberemos onde estamos pisando.

Mantenha- se calmo pois você já sabe o necessário para não ter mais medo, leve uma bolinha para aliviar a tensão se vocês sentir um pouco de dor.

Pós Operatório

Depois pós operatorio

Normalmente, as recomendações são as seguintes:

Tomar um bom antiinflamatório nos primeiros dias, conforme indicar o dentista;

Repouso moderado nos três primeiros dias (evitar pegar peso e fazer atividades físicas para evitar hemorragias, dores e alveolites, inflamação ou infecção na parte óssea onde estava o dente);

Comer somente alimentos pastosos nos primeiros dias. Evitar comer alimentos quentes e duros para preservar a região de hemorragias.

O processo de cicatrização pode durar em torno de duas semanas.

Só coma alimentos realmente duros quando tiver certeza de que a cicatrização está consolidada. Evitar alimentos sólidos durante uma semana (dependerá de cada caso). Isso evita dor, infecção, demora pra cicatrizar, mal cheiro. É melhor esperar mais alguns dias que atrasar mais um mês. Portanto, vá fazendo a transição do alimento pastoso para os alimentos duros lentamente, sem pressa. Se quiser um bom conselho, evite carnes até que esteja tudo bem cicatrizado. Comidas pastosas e frias nos primeiros dias, como sorvete, papa, ou coisa semelhante. Depois sugiro a transição pra sopa que deve estar fria. Só depois vá experimentando algo mais consistente. Detalhe: Não tomar nada com canudinho;

Use bolsa de gelo no local nas primeiras 12 horas, deixando-a por 15 minutos e fazendo intervalos de 10 minutos (indicado para desinchar a região afetada);

Não mexer na região operada;

Nas primeiras 12 horas, se possível, não fique sozinho. Podem surgir tonturas. Não dirija;

Caso não tenha se livrado desse mal chamado cigarro, dê uma trégua para seu próprio bem. Na primeira semana após a cirurgia, não fume. O cigarro retarda a cicatrização;

Se o sangramento persistir, coloque uma gaze dobrada no local e exerça pressão contínua, mordendo por 30 minutos;

Não faça bochechos nas primeira 24 horas. Faça o possível para não cuspir, deixe que a região traumatizada coagule o sangue. Quanto mais precisar cuspir mais vai demorar a coagulação. Se tiver de fazer isso, que seja da forma mais discreta possível. No outro dia quando o processo de coagulação já estiver adiantado, pode colocar água na boca e balançar levemente a cabeça para limpar a área. Depois é só deixar que a água saia levemente da boca, sem fazer qualquer esforço;

Durma com a cabeça erguida (dois travesseiros). Muito cuidado para não machucar o local durante o sono, por isso, não durma na posição normal do dia a dia, mas de uma forma em que a cabeça fique mais elevada que o corpo, muito mais elevada;

A recuperação do paciente é completa por volta de 7 a 10 dias depois do ato cirúrgico, época em que são removidos os pontos de sutura, porém o paciente pode voltar às suas atividades normais a partir do terceiro dia pós-operatório, mas sempre vigilante para não comer nada que possa agredir a região operada, ou fazer grande esforço físico;

Não praticar atividades físicas e evitar exposição ao calor (fogão,sol,etc);

Em caso de dor intensa e/ ou sangramento abundante, procurar uma emergência;

Pode ficar um buraco no local após a remoção dos pontos, o que desaparecerá dentro de alguns meses. Uma solução é remover os resíduos com jatos de água de uma seringa, menos agressivo que tirar com contonete;

Use anti-séptico com cuidado ao lavar a boca com água.

Essas informações são originadas de vários especialistas da área.

Bem agora que você já sabe tudo o que é necessário sobre a extração do siso não precisa mas tremer nem correr dos dentistas basta se informar que o medo se vai.

Posso dizer isso com toda autoridade pois fui vitima desse mal, retirei o meu 1º siso a 2 semanas atrás e nas próximas semanas estarei marcando a extração do outro dente e estou bem tranqüila

Bem por hoje é isso meu s Seguidores de plantão em caso de duvidas pode deixar sua pergunta que buscarei a resposta para você


Nenhum comentário:

Postar um comentário